Mapa Pergunte Decore Hiragana

Light Novel, LN - o que é

21 de fevereiro de 2016
É bem possível que você já tenha ouvido falar de algum anime que não foi adaptado de um mangá, mas sim de uma Light Novel, LN, ou raito noberu ライトノベル. Mas o que é isso mesmo? E qual a diferença disso com mangá?

Pra começo de conversa, não se deixa enganar pelas aparências. A palavra Light Novel pode parecer que vem do Inglês, mas é na verdade wasei-eigo 和製英語, ou seja, é uma palavra criada no Japão e não é usada fora do Japão.

Os Light Novel Japoneses são nada mais que histórias, literalmente textos, contos, que costumam ser publicados capítulo por capítulo junto de outras Light Novels em revistas que trazem em si Light Novels. Do mesmo jeito que mangás são publicados junto de outros mangás em revistas de mangás.

Pra quem anda assistindo anime demais e lendo somente mangá, quando eu digo "histórias" eu quero dizer isso:
Overlord, prólogo, página 11
Puro texto. Praticamente uma daquelas coisas que gente chama de "livro." É um mangá sem desenhos.

Na verdade não. O interessante de light novels é que eles têm sim desenhos. Um cada capítulo. Um. Um só. Às vezes menos. Mas com esses poucos desenhos dá pra ter uma boa ideia da cara dos personagens e do cenário.

Pra ter como referência, o primeiro capítulo do light novel Overlord tem 60 páginas. O primeiro volume com 5 capítulos tem 380 páginas. Nesse primeiro volume há 6 ilustrações da história, 4 omake em formato de perfil de personagem, uma ilustração da capa, e 2 ilustrações largas do mapa e retrato os vários personagens juntos.

Somando tudo, são 380 páginas de texto para 13 desenhos. Fica óbvio que a situação é bem diferente de um mangá que tem desenho em todo lugar.

Light Novels por serem praticamente tudo texto, costumam explorar mais os personagens, diálogo e a trama das histórias que mangás, mas por outro lado costumam ser muito menos populares comparado com mangás.

Por causa disso, é normal que uma LN seja adaptada em mangá para ganhar ainda mais pública. Como é o caso de Overlord, por exemplo, que virou mangá.

Quando uma LN que já é popular o bastante para ser adaptada em mangá ganha acesso ao público que só lê mangá e nunca tocaria nos longos texto do formato história, ela pode se tornar ainda mais popular. Trazendo os fans do mangá pra LN e fans da LN pro mangá.

E quando um mangá é popular o resultado mais óbvio é a adaptação em anime. Há vários LN que começaram como LN, viraram mangá, e depois ainda por cima viraram anime. Como Overlord por exemplo que também é um anime. (anda logo e vai assistir)

Um problema que surge nessas situações é que o anime pode ultrapassar o mangá mesmo vindo depois do mangá! Esse é uma situação parecida com filler, que é meio ridícula em si. Isso acontece pelo fato de um episódio só de anime devorar centenas de páginas do LN, enquanto um capítulo de mangá tem uma velocidade mais devagar.

Nem todo light novel que é adaptado em anime tem uma adaptação de mangá. O LN e anime bentou ベントー por exemplo, nunca foi adaptado para mangá, mas ganhou uma animação parcial de anime mostrando suas brutais lutas por lanches escolares.