Artigos Dicionário Aprenda Ler

Anata, Kimi, Omae, Temee, Kisama - Significado - Como Dizer Você em Japonês

28 de maio de 2016
Você é muito especial! Aliás, não você, a pessoa, mas sim a palavra "você". O pronome de segunda pessoa no singular é muito importante para conversar com outras pessoas, e com certeza quem tem interesse em aprender Japonês tem que saber como se diz "você" em Japonês. Porém, infelizmente, "você" não é algo fácil de entender.

Índice:

Primeiro, quem assiste anime já deve ter percebido que as palavras kimi 君, anata 貴方 e omae お前, que são sempre traduzidos do Japonês com significado de "você" em Português. Logo, já dá para entender que essas três palavras são realmente como se diria "você", e, é lógico, há uma certa diferença entre elas.

(pense nas palavras "tu" e "cê" do Português, que são sinônimos com "você", só que no Japonês é um pouquinho muito mais complicado.)

Nota: a palavra "você" refere-se a segunda pessoa no Português, porém, por ser uma abreviação de "Vossa Mercê," é tratada como em terceira pessoa. No Japonês, todos os pronomes são tratados igualmente não sendo necessário mudar a conjugação dos verbos para obter concordância.

Anata 貴方

Pra começar, o anata é a forma mais padrão de se dizer "você" na língua Japonesa. Realmente não há como errar com essa palavra, exceto, é claro, por um simples motivo:
  1. É considerado rude dizer anata.

... aí complica mesmo! Acontece que dentre todas as maneiras de se dizer "você" em Japonês, anata é a mais razoável, e ainda sim é considerado falta de educação usar ela.

No Japonês há muito disso, de classificar palavras com vários graus de respeito, como teineigo 丁寧語 e keigo 敬語, e considerar desrespeitoso e rude quem fala de um jeito sem educação. Claro que no Português há disso também, mas no Japonês a situação é mais extrema.

O jeito certo de se dizer você em Japonês está escrito lá para o final desse post, quem quiser ir logo pro final pode ir. Enquanto isso, as palavras a seguir são outras formas de se dizer "você". Umas piores que as outras.

Anta あんた

Do anata vem uma outra palavra, o anta あんた,  que é como se fosse uma abreviação, como o "cê" que vem de "você", porém há um detalhe.

Assim como boa parte das abreviações no Japonês, o anta é considerado mais rude que anata. Ninguém quer ser chamado de anta, se for pra serem referidos como "você", que seja no mínimo com a palavra anata.

(embora rude, anta não quer dizer idiota em Japonês, como é o caso do Português, coincidentemente a palavra baka 馬鹿 tenha certa relação com animais)

Sonata そなた

Outro jeito de falar "você" é o sonata そなた, que absolutamente ninguém usa. Originalmente, o anata fazia parte do grupo de pronomes anata, sonata, konata e donata. Assim como o grupo asoko, soko, koko e doko por exemplo.

(no anime Katanagatari 刀語, a personagem Togame costuma usar esse sonata em vez do anata para falar "você" toda hora)

Omae お前

Esse jeito de falar "você" é também mais rude que o anata, e tem consigo uma história meio estranha.

Quem sabe um pouquinho de Japonês sabe que o prefixo o 御 vai antes de palavras para dar o devido respeito a elas. E sabe que mae 前 pode significar "frente" em Japonês. Então fica estranho que alguma coisa tão honrosa que esteja na sua frente acabe virando um jeito mais vulgar de se falar "você".

Acontece que há muito tempo atrás, omae お前 era usado como pronome para falar de certas pessoas especialmente importantes e nobres, aliás, não das pessoas em si, já que era considerado rude até mesmo falar delas diretamente, mas sim para falar da frente delas. Na direção geral delas. Delas indiretamente.

(é, eu sei que é frescura)

Então nesse tempo muito antigamente, omae era keigo 敬語, um jeito muito educado de se falar. Teve um tempo que até omae-sama e omae-san tinha.

Porém, com um significado tão complicado assim, é fácil de esquecer sua origem e como que usa. Então passando umas décadas, lá pela era Edo 江戸, o omae passou de "a honrada frente dessa pessoa muito honrada"  para "essa pessoa muito honrada" e continuou indo para baixo até que virou um jeito desrespeitoso de se falar "você" para qualquer um.

(fonte: http://detail.chiebukuro.yahoo.co.jp/qa/question_detail/q1411060839)

Omee  おめー / おめぇ

A mesma coisa que omae, talvez pior, mas não vamos brigar por migalhas. (lembra do anta?)

Teme てめー / てめぇ

Mais uma palavra que é praticamente xingamento, teme てめ. Não há muito para falar sobre ela, exceto que dá para usar teme para falar de "você mesmo" de uma forma geral, sem fazer referência a segunda pessoa. Veja:
  • temee no jinsei wa temee de kimero! てめえの人生はてめえで決めろ!
    Sua vida é você que decide!
    Cada um decide sua própria vida!

Temae 手前

A palavra teme veio originalmente de temae. O significado é o mesmo.

Kimi

kimi, que só serve para dizer "você" mesmo, não é tão ruim assim. Se fosse eu colocaria essa palavra no ranking entre anata e omae, ou seja, o segundo melhor "você".

Essa palavra não chega a ser xingamento, mas carrega certa intimidade, que significa falta de distância, que por sua vez significa falta de respeito. Se precisar usar "você", use o anata mesmo que tá bom.

(não confunda kimi 君 com o honorífico -kun -君 que tem o mesmo kanji mas leitura diferente)

Kisama 貴様

Falando em honoríficos, quem está acostumado a ouvir o -sama -様 usado como sinal de respeito com certeza acha estranho esse kisama 貴様 que deve ser a pior dentre todas essas palavras, a que desrespeita mais, literalmente algo que não se fala para os outros de forma alguma.

O motivo é o mesmo do omae お前. Historicamente, kisama tinha um significado melhorzinho, mas não mais. Hoje em dia tudo quanto é palavra que quer dizer "você" em Japonês está errada. Mas e aí, como que fica?

Não diga "você"

O certo mesmo é não dizer "você" em Japonês.

De uma forma ou de outra, todas as palavras que significam "você" carregam um sentido de inferioridade. Dão tom de que quem está falando é superior a quem está sendo falado, mesmo aquelas que foram originalmente criadas devido ao fato da segunda pessoa ser superior a primeira.

Mas então, como que faz agora que não se pode usar o "você"? No Japonês há duas formas que funcionam tão bem que ninguém morreu até hoje por não usar a palavra "você" (eu acho). A primeira é usar o nome da pessoa, e a segunda é usar o contexto da conversa.

Usando o nome da pessoa

Talvez você já tenha ouvido essa frase: "você não! Eu tenho nome!" E assim é o Japão.

Sempre que se souber o nome de alguém deve chamá-lo pelo nome, e ainda por cima tacar um honorífico -san -さん na frente. Isso não pode faltar.

Um dos motivos que ninguém gosta de ser chamado de "você" no Japão é a cultura de chamar todo mundo pelo nome. Se todo mundo chama todo mundo pelo nome, então que que eu fiz pra você não me chamar pelo meu nome, mas me chamar simplesmente de "você"? Com certeza você acha que eu sou tão insignificante que nem gasta tempo falando meu nome, não é?

(pessoalmente tenho péssima memória para nomes, mas deu para entender a ideia)

Enfim, se você conversar com alguém chamada Miyamori Aoi 宮森 あおい (Aoi é nome de nascimento, Miyamori o nome de família), você poderia falar da seguinte maneira:
  • Miyamori-san wa coohii ga suki desu ka? 宮森さんはコーヒーが好きですか?
    Você gosta de café, Miyamori-san?
    (nome da família com honorífico)
    (usado com alguém que você conhece o nome)
  • Aoi-san wa coohii ga suki desu ka? あおいさんはコーヒーが好きですか?
    Você gosta de café, Aoi-san?
    (primeiro nome com honorífico)
    (usado com alguém que é muito amigo seu)
  • Anata wa coohii ga suki desu ka? 貴方はコーヒーが好きですか?
    Você gosta de café, [pessoa cujo nome não me interessa]?
    (usado com alguém que você não conhece o nome)

O nome da pessoa pode substituir qualquer anata, kimi, etc. Até mesmo o possessivo da segunda pessoa no singular, ou seja, as palavras "seu" e "sua", pode ser traduzido a partir do nome da pessoa no Japonês
  • Miyamori-san no ie wa doko desu ka? 宮森さんの家はどこですか?
    Onde fica a sua casa, Miyamori-san?
    (literalmente "onde fica a casa de Miyamori?")

Isso pode dar a ideia que você pode usar o nome para tudo, e, consequentemente, o que sobraria para a palavra anata seria apenas a situação em que você não sabe o nome da pessoa, ou seja, para perguntar o nome dela, não é?

Mas isso não é verdade. As palavras anata, kimi, etc. podem ser usadas em certas situações não formais, como entre gente de certa intimidade, quando se fala com crianças, etc. Particularmente, em animes acontece muito de esposas chamarem seus maridos de anata, e é bem possível que a esposa saiba o nome do próprio marido.

A tradução de あなたよつばちゃん! でしょ, "Você é Yotsuba-chan, não é"? Frase encontrada no mangá Yotsuba to! よつばと! em Japonês.


Além disso, para perguntar o nome de alguém nem é preciso usar uma das palavras "você" no Japonês.

Use o contexto

Acho que não preciso dizer mas ficar falando o nome da pessoa toda hora é meio muito cansativo. Será que no Japonês se fala mesmo desse jeito toda hora? Realmente não. Normalmente não se fala "você" de form alguma, nem usando o nome da pessoa, nem usando a palavra anata.

Ou seja, o jeito mais comum de falar "você" em Japonês é não falar nada. Omitir. Deixar para o contexto.

Por exemplo, voltando para palavra "seu" que é um "você" no possessivo. Para perguntar "qual o seu nome?" seria necessário dessa forma da palavra "você" no Português. No Japonês não é necessário, bastar olhar para pessoa e dizer:
  • onamae wa nan desu ka? お名前は何ですか?
    Qual [seu] nome?
    (literalmente "o que é o nome?")

Há também outra forma usando o donata (do grupo de pronomes cujo o anata faz parte)
  • donata-sama desu ka? 何方様ですか?
    dochira-sama desu ka? どちら様ですか?
    Quem é? Quem é [você]?

Outros exemplos:
  • keeki wa suki desu ka? ケーキは好きですか?
    [Você] gosta de bolo?
  • ki wo tsukete 気をつけて
    Tome cuidado. [Você] deve tomar cuidado.
  • benkyou shita hou ga ii 勉強したほうがいい
    [Você] deveria estudar.

É bom lembrar que esse modo de falar não é prevalente somente quando se diz "você", mas sim em toda conversa em Japonês!

Se você colocar em algum tradutor online "eu verbo alguma coisa", 100% das vezes a tradução irá começar com watashi 私, que seria um dos vários jeitos de se dizer "eu" em Japonês". Porém, não se usa essa palavra toda hora. Veja:
  • keeki wa suki desu ケーキは好きです!
    [Eu] gosto de bolo.
  • ki wo tsukemasu 気を付けます
    [Eu] tomarei cuidado.
    (nenhum protagonista de anime diz isso!)
  • benkyou shita yokatta! 勉強したよかった!
    Que bom que [eu] estudei!

Realmente é nas pequenas coisas que estão as grandes diferenças entre os idiomas!

9 comentários:

  1. Muito interessante o artigo. Um amigo enviou-me e gostei. Mas quero fazer apenas um aparte, se me permite: Em português o pronome pessoal de segunda pessoa é TU e não VOCÊ. Você é pronome de tratamento e é conjugado em terceira pessoa. O pronome pessoal de segunda pessoa é TU e o fato de, na maior parte do Brasil, não se usar muito na linguagem coloquial do dia a dia não muda isso. Logo entendo que anake e cia equivalham a ao pronome pessoal de segunda pessoa "tu".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Obrigado pelo comentário. Realmente eu não sabia disso!

      Tanto "você" quanto "tu" no Português referem-se a segunda pessoa do discurso, e é disso que esse artigo se trata. Embora "você" seja tratado como terceira pessoa no Português, a gramática Japonesa não possui regras de concordância de pessoa, ou seja, todos os pronomes são tratados igualmente e verbos não precisam ser conjugados de acordo com a pessoa.

      Logo, anata e cia equivaleriam tanto ao pronome "tu" quanto ao pronome "você."

      Eu adicionei uma nota sobre a palavra "você" no Português no começo do artigo. Mais uma vez, obrigado pelo comentário.

      Excluir
    2. Ah, ok. Entendi. Eu que agradeço pela resposta! Este artigo e blog me foram indicados por um amigo que está estudando japonês, para que eu pudesse ter ao menos noções básicas. Parece ser uma língua bastante complicada e difícil de aprender embora seja muito bonita, sobretudo os caracteres (hiragana e katakana). Mais uma vez agradeço. Um abraço.

      Excluir
    3. Katakana e Hiragana ainda são relativamente fáceis,o que complica mesmo,pelo menos para mim são os kanjis!!hehehe

      Excluir
  2. Ué... n entendi o porquê de ki wo tsukimasu n ser usado (bem bem iniciante aqui)

    ResponderExcluir
  3. Me desculpe. Eu quis dizer que nenhum protagonista diz que vai "tomar cuidado," todo mundo diz pra eles isso, mas eles nunca tomam.

    Tem razão em não entender. Estava escrito de maneira bem confusa mesmo. Graças a seu comentário eu corrigi para ficar mais claro.

    Obrigado e boa sorte :D

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o artigo, me ajudou bastante a entender isso de vez, sempre me perguntei o porque de nos animes eles usarem sempre os nomes pra se comunicarem, abraços!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom,parabéns,me tirou muitas dúvidas e como estou retornando ao Nihon,isso será muito útil no meu dia a dia!

    ResponderExcluir

Deixe seu komento コメント no posuto ポスト desse burogu ブログ