Mapa Pergunte Decore Hiragana

Gramática Japonesa - dicas e diferenças

2 de maio de 2016
Pra variar um pouco, dessa vez vou falar sobre a gramática Japonesa em vez de vocabulário. Sobre as principais diferenças entre o Português e o Japonês (na minha opinião). Essas são coisas que deixa quem está aprendendo Japonês meio perdido, já que não tem como procurar no dicionário, e quanto mais você tenta entender menos você entende.

Os tópicos desse post são bem superficiais mas também fundamentais. Qualquer pessoa que fala Japonês já sabe de tudo isso.

Teineigo 丁寧語 e Keigo 敬語

O primeiro tópico, de maior prioridade, e mais importante, é também ironicamente algo que não faz o menor efeito na gramática Japonesa. O que eu chamo de "idioma educado" no Japonês são várias formas de falar a mesma coisa e várias regras gramaticais que existem simplesmente para deixar as coisas mais... educadas.

Você usaria essas regras no Japonês em vez de falar normalmente para falar com:
  1. Uma autoridade, como um policial, prefeito, presidente, imperador.
  2. Um superior seu. Seu chefe, líder, gerente, ou até mesmo seu senpai 先輩.
  3. Um estranho, que você não tenha intimidade. Uma pessoa qualquer.
  4. Alguém que você respeite.

Por outro lado, deixa de se usar o idioma educado para mostrar intimidade ou simplesmente por falta
de respeito mesmo.

Mas como é de verdade esse idioma educado? Para começar, existem três tipos:
  1. teineigo 丁寧語
    Idioma educado.
    Usado para falar com respeito.
  2. kenjougo 謙譲語
    Idioma humilde.
    Usado para falar das suas ações para seus superiores.
  3. sonkeigo 尊敬語
    Idioma honorífico.
    Usado para falar das ações de seus superiores para eles.

Agora para ter uma ideia de como isso funciona, um simples exemplo.
  • ore ga itta 俺が言った。kisama ga itta. 貴様が言った.。
    Eu disse. Você disse. (forma rude de falar)
  • watashi ga itta. 私が言った。 X ga itta. Xが言った。
    Eu disse. Você disse. (forma normal de falar. X seria seu nome)
  • watashi ga iimashita. 私が言いました。 X-san ga iimashita. Xさんが言いました。
    Eu disse. Você disse. (teineigo, usando honorífico -san)
  • watakushi ga moushimashita 私が申しました。
    Eu disse. (kenjougo)
  • X-san ga ossharimashita Xさんがおっしゃりました.
    Você disse. (sonkeigo)

Como pode ver, são diversas formas diferentes de falar exatamente a mesma coisa! Substantivos, adjetivos e até verbos diferentes que só existem para mudar o nível de respeito na fala.

A parte mais estranha e diferente do Português é a conjugação de verbos masu ます. Isto é, um conjunto de conjugações que só serve para deixar a fala educada e não tem impacto algum na gramática. As conjugações a seguir existem para todos os verbos da língua Japonesa e tem o mesmo significado que suas formas sem o masu:
  • taberu 食べる e tabemasu 食べます
    Comer e comer (na fala educada)
  • tabeta 食べた e tabemashita 食べました
    Comi e comi (na fala educada)
  • tabenai 食べない e tabemasen 食べません
    Não comer e não comer (na fala educada)
  • tabenakatta 食べなかった e tabemasendeshita 食べませんでした
    Não comi e não comi (na fala educada)

Partículas Gramaticais, Joshi 助詞

Continuando a falar de coisas diferentes, a segunda coisa mais estranha no Japonês seria o uso de partículas gramaticais, ou joshi 助詞.

Não existe no Português, até onde eu saiba, algo parecido com as partículas usadas no Japonês. No Inglês também não há nada assim, e eu acho que isso não existe em isso em nenhum idioma latino.

As partículas são palavras, em sua maioria de uma única sílaba, que funcionam de uma forma bem direta e simples. O que vier antes da partícula fica marcado pela partícula, e a função na frase muda de acordo com qual partícula está marcando.

A partícula mais básica e talvez a mais complicada é a wa は. Pra começar, normalmente se lê a kana は como ha, mas somente no caso da partícula は essa kana é lida como wa.

  • hachi wa hachi dewanai はち は はち ではない
    Uma abelha (hachi 蜂) não é um oito (hachi 八).
    (note o wa は no meio, e o dewa では no final)

Existem várias, várias partículas diferentes, para tudo quanto é coisa na gramática. Talvez explicarei mais sobre elas em outro post. Mas para ter uma ideia melhor, uma frase usando várias partículas de uma vez só.
  • kare ga neko ni ishi wo nagetta 彼が猫に石を投げった
    Ele jogou uma pedra no gato.

Com exceção do verbo no final, as três primeiras hiragana são todas partículas. A função delas é a seguinte:
  • Kare ga 彼が
    Ele (ga が marca o sujeito)
  • Neko ni 猫に
    Gato (ni に marca o objeto indireto)
  • Ishi wo 石を
    Pedra (wo を marca o objeto direto)

Sabendo que o verbo nageru 投げる quer dizer jogar, no Japonês se cria e entende frases desta forma: quem jogou? Marcado com ga が. Jogou o que? Marcado com wo を. Jogou aonde, no que, ou em quem? Marcado com ni に.

Sujeito, Objeto e Verbo

A próxima coisa básica que se deve saber é sobre o sujeito, objeto e verbo no Japonês. Algo que é meio diferente do Português pelo fato de sua ordem mudar um pouco.

Para ter uma ideia melhor, vou pegar uma frase bem simples.
  • Eu comi o pão.

E vou dividir ela em três partes:
  1. Eu. (sujeito)
  2. Comi. (verbo)
  3. O pão. (objeto)

Essa é a mesma frase no Japonês:
  • watashi ga pan wo tabeta 私がパンを食べた

Divida em três partes:
  1. watashi 私 (eu)
    ga が (sujeito)
  2. pan パン (pão)
    wo を (objeto direto)
  3. tabeta 食べた (comi, verbo)

Veja que o pão foi parar atrás do comer! "Eu pão comi!"

Eu comi pão em Japonês é watashi ga pan wo tabeta 私がパンを食べた. O objeto e o verbo mudam de ordem no Japonês em relação ao Português.

Isso não foi por coincidência. Toda frase me Japonês simples assim é formatada desse jeito, com o verbo indo sempre por último. Dê uma olhada:
  • kare[s] ga ishi[o] wo nageta[v]. 彼が石を投げた
    Ele[s] jogou[v] a pedra[o].
  • ore[s] ga kisama[o] wo korosu[v] 俺が貴様を殺す
    Eu[s] vou matar[v] você[o].
  • Kimi[s] ga kuruma[o] wo kowashita![s] 君が車を壊した
    Você[s] destruiu[v] o carro![o]

Para quem gosta de anime, esse é o motivo pelo qual em muitos casos quando um personagem sai berrando uma frase bem curta por uns 10 segundos para dar suspense, você ouve o final da frase antes enquanto as legendas ainda estão no meio. Exemplo:
  • ore[s] ga... kisama[o] wo... BUKKOROSU!!!1[v] オレが・・・貴様を・・・ぶっ殺すっ!!!1
    Eu[s] vou... matar[v]... VOCÊ!!!1[o]

Nesse caso você veria "matar" que é o verbo sendo legendado, enquanto o personagem está berrando kisama 貴様 que é o objeto.

Mesmo em outros tipos de frase o verbo vem no final. Por exemplo:
  • ichiin[s] ga fueta[v] 一員が増えた
    Ganhamos[v] um membro[o] da equipe.
    (literalmente um membro[s] aumentou[v])
  • nihon[d] he ikimashou[v] 日本へ行きましょう
    Vamos[v] ao Japão[d].
  • hikouki[m] de nigemashita[v] 飛行機で逃げました
    Usei o avião[m] para fugir[v]

Porém, o verbo não vem sempre no final da frase. Quando ele vem antes de alguma coisa, é possível que o verbo seja um modificador agindo como adjetivo para algum substantivo. Veja só:
  • kowasareta[v] kuruma[o] 壊した車
    O carro[o] quebrado[v]. (que havia sido quebrado)
  • ore ga kowasareta kuruma wo utta 俺が壊された車を売った
    Eu vendi o carro quebrado.

Isso não é o mesmo que.
  • kuruma[o] ga kowasareta[v] 車が壊された
    O carro[o] foi quebrado[v].

Que no caso, caso você não tenha prestado atenção, é uma frase com kuruma como objeto, embora esteja marcado com a partícula ga usada para marcar o sujeito. Isso se deve ao verbo kowasu 壊す estar na passiva no pretérito kowasareta 壊された, que indica que algo foi feito ao sujeito em vez do sujeito estar fazendo algo a alguma coisa.

Conjugações Adicionais

Outra diferença que existe no Japonês é a utilização de certas conjugações de verbos para falar coisas que no Português seriam ditas com uma ou duas palavras adicionais, ou seja, em alguns casos, onde no Português se usaria uma locução verbal, no Japonês se usa uma simples conjugação.

Pegando o exemplo de kowasareta 壊された, note que essa palavra seria traduzida como "foi quebrado" no Português, isso é, duas palavras para traduzir um único verbo!

Algumas outras conjugações de verbos que se deve prestar atenção são:
  • kowashitai 壊したい
    Quero quebrar.
    (-tai, querer fazer o verbo)
  • kowashitakunai 壊したくない
    Não quero quebrar.
    (-takunai, -tai inflexionado como um adjetivo)
  • kowashimashou 壊しましょう
    Vamos quebrar.
    (-shou. convidando alguém, também chamado de volicional)
  • kowashitemiru 壊してみる
    Tente quebrar.
    (-te-miru. tentar algo e ver o que acontece)
  • kowasasenai 壊させない
    Não vou deixar quebrar.
    (-sasenai, negativa potencial)
  • kowasezu 壊せず
    Sem quebrar.
    (-zu, sem fazer algo)

Além dessas ainda existem outras conjugações de verbos no Japonês que têm efeito parecido em uma frase, e, como são conjugações, literalmente todo verbo Japonês tem um forma como as de cima. Há por exemplo tabetai 食べたい, nagetai 投げたい, ikitai 行きたい e assim por diante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu komento コメント no posuto ポスト desse burogu ブログ